Quarta-feira, 9 de Setembro de 2020

ESPINHOS DA SOCIEDADE

 

Espinhos da sociedade II.jpg

ESPINHOS DA SOCIEDADE

 

Interrogo-me nesses quanto me odeiam,
Gostariam de escarrar e cuspir, em cima?!...
Na dor de corno, cotovelo, que semeiam,
Não são palavra a poema de ilustre rima!...
Se pensam ser melhor néctar que tal uva,
Espremam-se bem, a que não darão gota,
Por filoxera... Tirem o cavalinho da chuva!...
Não sou similar praga, cujo tempo esgota!
Nalguma irritada tentativa e qual colheita,
Nem olham a ferramentas para me podar,
Esquecendo quanta própria feroz maleita...
Questiono tanto desconhecer dos factos,
Quantos reles argumentos e em nada dar...
Não mais que espinhos de viçosos cactos!...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 22:47
link do post | comentar | favorito

TANTOS DOUTORES... E ILUMINADOS!

 

António Aleixo e os Burros.jpg

 

TANTOS DOUTORES... E ILUMINADOS!

 

Sou um explorador, por princípio e natureza,
Vasculho, espeto o pau por todos os buracos...
Interessa-me desvendar a certeza,
Mesmo algo a que outros chamam de cacos!...
Espeto o dito e remexo, dou volta às papas,
Pela cabeça de tantos iluminados
E só encontro merda, disfarçada sob negras capas,
Ideias fixas, senhores de arrogância e chanfrados!...
Tais asnos sagrados, espaço negro dos burros,
Zurram, como se de megafone, mas coitados!...
Doutores de lição barata, ouvem-se os sussurros,
Sempre que ficam entalados!...
São os esclarecidos, arautos de uma nação,
Mas perdida!... Pobre trilho, cujo lhe foi destinado!...
E ai de quem os enfrente!... São doutores da razão!...
Pelo que espeto o saber, fundo, bem avançado,
Pesquiso e sinto náuseas, vontade de vomitar,
Em tanta merda que encontro e toda sem solução!...
Revoltam-se-me as tripas, numa força de gritar,
Mandar à fossa, tantos doutores de putrefacção!...
Em tanta trampa encontrada e meu mero parecer,
Declaro o mestrado a tais senhores...
Tanto mais que se devem saciar, à colher,
Numa ementa de merda, saboreada por doutores!...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

 

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 04:57
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14

20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ÁGUAS QUE CORREM

. HISTÓRIAS DA VIDA...

. SINTO, ENQUANTO VIVO...

. O QUE TANTO ESCONDO

. OLHANDO O FIRMAMENTO...

. SONHOS DESALMADOS

. ESPÉCIME DE POETA...

. ESMOLAS À PORTA

. SINCERIDADE...

. POBRES, MAS SUBSERVIENTES

.arquivos

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds