Sexta-feira, 29 de Setembro de 2023

COISAS SIMPLES...

 

Coisas simples....jpg

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 21:54
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Setembro de 2023

FILHO DA PUTA, MAS PURO...

 

 

 

Puta de vida....jpg

 

FILHO DA PUTA, MAS PURO...

 

Sou um filho da puta, mas puro,
De tamanha frontalidade!...
Nesta amarra me sinto seguro
E em tanta minha vaidade!...

 

Porém, odeio filhos da puta,
Parasitas, deste Universo,
Contra os quais a minha luta,
No meu percurso adverso...

 

Por esta guerra me ofereço,
Contra bestas, até do terço,
Bastardos, fora de um confesso!...

 

Sou filho da puta, mas não hiena,
Longe de quantos me fazem pena,
Minha pureza e enorme excesso!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 23:57
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Setembro de 2023

ERROS, EM QUE SOMOS...

 

Erros....jpeg

 

ERROS, EM QUE SOMOS...

 

Quem não comete erros, não é perfeito!...
E livrem-se os que mais se pensam perfeitos,
Pois não reconhecem os defeitos,
Amarrados nesse seu jeito!...

 

Abençoados aqueles que os reconhecem,
Ao contrário de quantos adormecem,
Na ignorância da sua perfeição
E arrogância, de universal ilusão!...

 

Só eu, então, cometo tamanhos erros,
Lavrando nos meus desterros
E sem qualquer inferioridade...

 

Talvez que seja sabedoria da idade,
Tendo aprendido com o tempo...
Erros, que somos, girassóis do melhor campo!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 16:19
link do post | comentar | favorito

ABELHA MECÂNICA...

 

Abelha Mecânica.jpg

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 00:47
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Setembro de 2023

CORRERIAS DA VIDA...

 

Correrias da vida.jpg

 

CORRERIAS DA VIDA...

 

Há gente que tanto corre,
Em certa correria perdida,
Dum sítio para outro lado,
Num pouco por alcançado,
Sem determinar o destino...
Correm, ficando cansados,
Por tais rumos escarpados
E sem pararem para pensar,
Ao quanto correm na vida,
A meta e cuja célere morre,
Nalgum trilho quão a pino!...
Não vale de nada correrem,
Que tal vida corre depressa,
Sem que a possam alcançar,
Porém, paralela a todos vós,
Pela maratona a que sofrem,
Ao que ninguém se confessa,
Com a vida ao lado a passar...
E vós, vulgares peças de mós,
Correndo farelos, de moinho,
Sempre rodando no cantinho!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 21:58
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Setembro de 2023

NOITES TARDIAS...

 

Noites tardias....jpg

 

NOITES TARDIAS...

 

Nas minhas noites tardias,
Prolongadas na escuridão,
Tenho amor no coração,
Em ideias tanto vadias,
Sonhando manhãs de amor,
Em dores de tanta incerteza,
Por anastesia à minha dor,
Esperando a mais certa certeza,
Por trilhos que sei de cor!...
Nestas penumbras de vida,
Numa luz naquilo que for,
Esqueço uma noite perdida,
Tendo esperança da próxima,
Naquela força, minha máxima,
Aquecendo os meus lençóis,
Maior calor que quantos sóis!...
Adormeço em sonhos, de tais noites
E na esperança que me acoites!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

 

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 21:05
link do post | comentar | favorito

NÃO TE ENCONTRO

 

Não te encontro....jpg

 

NÃO TE ENCONTRO

 

Não te encontro, no que procuro,
A Cultura que me é desejada,
Talvez te encontre no fado,
Poesia de quem se sente amado,
Na escrita não tanto amada
E em todo um facto demais puro!...
Por mais que procure, não encontro,
Toda a verdade por entre linhas,
Sabendo eu que desalinhas,
Em quanta minha pobre escrita,
Mera, porém, um tanto erudita,
Embora na imagem de qual monstro,
Tal figura a qual me acusam
E em quanta estupidez abusam!...
Espero, um dia, te encontrar,
As linhas de tal saber saborear,
Porém, se assim não suceder,
Morrerei, feliz, em meu saber!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 16:06
link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Setembro de 2023

VOAM PARDAIS...

 

Voam pardais....jpg

 

VOAM PARDAIS...

 

No meu campo voam pardais,
Ternas fêmeas de seus machos,
Saltitando de contentes,
Pulando de árvore em árvore,
Dos mais distantes riachos,
Nos seus voos, tão ardentes,
Merecidas estátuas de mármore,
Nuns quais contornos carnais...
Vêm poisar à minha mão,
Debicando em quanto lhes dou,
Agradecendo, com paixão,
Esta mão, de quem sonhou,
Cantarolando umas cantigas,
Seus chilreares de prazer,
De quais loucuras antigas
E que eu tento devolver...
São os desatinos, que entendo,
Num tempo que vai morrendo,
Que me esfregam suas penas,
Num conforto imaculado,
Em palcos de quantas cenas
E em que fico deslumbrado...
Ai, de quando não devolverem
E não voltando ao meu espaço,
Sem que neste corpo se esmerem,
Tais carícias que lhes faço!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 22:20
link do post | comentar | favorito

SOU UM RIO E NASCENTE

 

Rio e nascente....jpg

 

SOU UM RIO E NASCENTE

 

Sou um rio do meu nascente,
Com destino no desaguar,
Percorrendo o meu caminho,
Por entre margens que confio,
Sempre na minha corrente,
Naquele meu fiel leito,
Procurando ondas do mar,
Numa paixão de peito,
Deslizando sempre sozinho,
Ou brilhando num outro rio...
Sou um rio turbulento,
Fazendo tempos de pausa,
Recuperando as forças,
Das corridas que me causa,
Ou curvas que me surjam,
Descendo por cascatas,
Outras vezes de gatas
Em águas que me sujam,
Bebedouro de corças
E entregue ao momento!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 01:18
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Setembro de 2023

INVEJA DE UM RIO...

 

Inveja de um rio....jpg


INVEJA DE UM RIO...

 

Mãe Terra, eu sei de um rio,
Que de outro rio tem inveja,
Das águas que esse rio tem,
E tudo desse rio deseja...
Nesse rio eu não confio,
Na corrente que dele vem!...
Ele é invejoso do mar,
Querendo ter as suas águas,
Essas, em cujas se há-de afogar,
Num desaguar sem tréguas...
Entretanto, vomita num lago,
Transbordando por todo o lado,
Arrasando tudo à sua volta,
Em tamanha fúria à solta,
Águas tais, em que não nado,
Tampouco esse lago galgo,
Por demais lamas que são,
Paradas em tal solidão...
Haja quem lhe faça crer,
Que tanto não é solução
E que o chamem à razão,
Para que não ande a sofrer,
Nessa inveja em que vive
E que deixe de correr,
Pois, que assim não sobrevive,
No pântano em que vai morrer!...
Como este, há tantos rios,
Que nunca chegam a acordar,
Em que as águas são fios,
Naquilo que querem ser,
Sempre na inveja de mais ter...
E que não servem para nadar!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 22:36
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

 

.Julho 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. UMA VIDA A APRENDER...

. CONVERSAR E DISCORDAR...

. O PODER...

. CARTAS DE AMOR

. PRESENTE E PRETÉRITO

. CONTRATOS...

. PESSOAS INTELIGENTES...

. NEGACIONISTA...

. JULIAN ASSANGE, O HERÓI.....

. PENSA NO QUE FALAS...

.arquivos

. Julho 2024

. Junho 2024

. Maio 2024

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub