Segunda-feira, 8 de Outubro de 2018

ÁGUA QUE SOMOS

 

Água que somos.jpg

ÁGUA QUE SOMOS

 

Água, divino nascer das fontes,
Que te lanças do alto dos céus,
Caindo na terra e te soltas,
Por campos e vales, que não só meus,
Lavando as pedras, os montes,
Te aguentas às piores afrontas,
Limpas os rios, enches os mares,
Sem te negares aos olhares
E me acaricias o rosto,
Ou me acalmas o corpo,
Me irrigas as fracas veias,
Que tanto lavas qualquer trapo,
Como lágrimas de qual desgosto...
E sujas-te, limpando tudo e todos,
Enquanto ficas doente, aos poucos...
Acaricias as nossas feridas,
Dás alento a sementeiras,
Baptizas a seiva das videiras,
Sacias, pelo mundo, plantas e animais,
Banhas os pássaros de jardins e quintais
E apagas o pó dos campos,
Afogando outros, em prantos.
És banho, nos dias quentes de verão,
Alimentas sonhos e desilusão,
Por viagens de alto-mar,
Ou faina de quem pescar...
És sossego da minha sede,
Relaxo de meus pés dormentes,
Processo que a aduela vede,
Água benta de quantos crentes.
És o mais concreto da vida,
No chegar e na partida,
Mas tão cruel maltratada...
És tudo, no meio do nada!
Água, que és meu corpo, nestes ossos,
Na minha carne, feita gente,
Neste mundo de poluentes
E em águas dos meus olhos,
Tornados, por ti, em nascentes,
Salvar-te, é mais que urgente!...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 15:28
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. MEUS TRILHOS DESBRAVADOS

. Caravela ao abandono...

. NÃO ME INTERESSA QUEM SOU...

. PESCA DE ANZOL E CONFUSÃO

. ALGUM PÔR-DO-SOL

. DIA DA MÃE, NESTE DIA...

. CARTA AO FUTURO...

. FILHO DE QUALQUER AGONIA....

. CURVAS PERFEITAS

. FILHOS DA MADRUGADA

.arquivos

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub