Terça-feira, 10 de Setembro de 2019

ESTA MINHA ALBARDA

 

Sou burro.jpg

ESTA MINHA ALBARDA

 

Há pouco, acordei sobressaltado!...
Mais um pesadelo, pobre de mim!...
Ergui-me e dirigi-me ao estábulo,
Coloquei os arreios e toscas botas,
Com brochas, cardas e protectores,
Para que o toque, deste meu andar,
A tão se parecesse ao de ferraduras,
Não esquecendo a fabulosa albarda,
Para que bem me pudessem montar
E dirigi-me ao exterior, convencido...
Sim, convencido de quão equipado
E pronto para a mais solene viagem.
Andei e deambulei, ouvindo todos,
Conversas sem sentido e dissabores,
Escorrendo por sargetas do ridículo,
Escutadas e junto a quantas portas,
Com as espetadas orelhas de burro,
Por ruas sem sentido e nenhum fim...
Para um lado, eram de sentido único
E, para o inverso, de um único sentido,
Pois que os sentidos eram o mesmo!
Palreava-se ao timbre de papagaio
E nenhum deles parecendo afónico,
Antes pelo contrário, bem falantes
E como conhecemos de um passado!
Uns e tais outros, olhei-os de soslaio
E que tão farto da audição fiquei fulo,
Por quantas as mais conversas tortas,
Tão empertigadas e ridículas posturas,
Que causam vómito, a tão arrogantes,
Mas de convincentes ao mais distraído...
E mais um apanhado na onda de tolo!
Dou meia volta e enfio-me no casulo,
Mandando com os apetrechos ao chão,
Refugiando-me pela tortura da razão,
Num arrumar de todo este meu cismo,
Largando o peso de todos estes arreios,
Pois que serão donos quaisquer outros,
Que tais mereçam e se deixem albardar,
Burros de carga e de melhor vassalagem,
A seus hábitos, mas que não meus meios!...
Volto a deitar-me, de tantas horas soltas,
Moído deste tormento e de tanta merda,
De tantas palestras, cheirando a esturro,
Demasiada aldrabice, de qualquer chulo,
Que é tal o meu desejo não mais acordar!

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

 

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 16:15
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. MEUS TRILHOS DESBRAVADOS

. Caravela ao abandono...

. NÃO ME INTERESSA QUEM SOU...

. PESCA DE ANZOL E CONFUSÃO

. ALGUM PÔR-DO-SOL

. DIA DA MÃE, NESTE DIA...

. CARTA AO FUTURO...

. FILHO DE QUALQUER AGONIA....

. CURVAS PERFEITAS

. FILHOS DA MADRUGADA

.arquivos

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub