Quinta-feira, 27 de Julho de 2017

PLANÍCIES

 

Alentejo #2.jpg

PLANÍCIES

 

Sob azul-celeste, na tranquilidade,
Espaços melancólicos e serenidade,
Se estendem teus campos doirados,
De um amarelo intenso de riqueza
E cintilante orgulho da tua nobreza;
Em manchas de um profético verde,
Na mais constante luta à liberdade,
Tanta que é a esperança, vitalidade
Desta gente, que a pouco mais cede
E para nosso imperceptível espanto,
Que a um pôr-do-sol além do cerro,
Que, de tão belo, é lindo de morrer,
... Bastando comungar de tal prazer!
Dobrado ao cajado, a teu apascentar,
Seguindo essa orquestra de chocalhos,
Mimando o rebanho, entre o assobiar
E procura do passar alguns barrancos,
Ou teu árduo trabalho nos montados,
Buscas a energia no interior do tarro
Que contigo transportaste no tempo,
Sentado no banco de qualquer cepo...
E nas escassas sombras de um monte,
Nalguns pensamentos de pouca sorte,
Há sempre quem mais a voz levante,
Ao balançar duma dança de encanto,
Entoando, em uníssono, algum canto
Que mais se parece a certo lamento
E, de teu, lhe chamas de teu cante...
Nessa tua e de artífice, loiça de barro,
No acolher da sombra de um chaparro,
Há o paladar de um manjar de migas,
Prato mais suave de apetitosa açorda,
Em maravilha, embalado por cantigas
E algum acompanhar de carne gorda.
Rogo o trago desse teu néctar de uva,
Que, por uma, ou outra vez, me turva
Por entre o beber da tua água fresca,
Que te lava o rosto e melhor refresca.
No vermelho sarapintar de papoilas,
Em percorridas distâncias por safões
E olhar discreto de algumas moçoilas,
Se mostra a cor de ternura e paixões.
Neste hino, ao teu branco de pureza,
Em bebedeira de tantas outras cores,
Sublime obra, entre campos de flores,
A essa tua genuína extensão marrom,
Irresistível odor, tal inconfundível som,
Alentejo, é que mais me fica a certeza
Que, nalguma distância, irei cá voltar...
Não pra de novo partir, mas para ficar.

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 17:36
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
15
16

19
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. BASTA, JÁ CHEGA!...

. AMIGO, FIEL E OBEDIENTE.....

. EU, PAI, ME CONFESSO!...

. Sociedade sem rumo, nem v...

. SOCIEDADE DE INDOLENTES.....

. CIDADÃO EXEMPLAR...

. LÍNGUA E ARMAS AFIADAS

. SEMEANDO NO AGRESTE...

. INFINDÁVEIS QUESTÕES...

. MERAS SUPOSIÇÕES!...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub