Sexta-feira, 29 de Maio de 2020

PRÍNCIPE DAS MARÉS

 

Príncipe das marés.png

PRÍNCIPE DAS MARÉS

 

Às vezes, – quantas vezes! –, me questiono!...
Indago se não serei um príncipe das marés,
Neste todo vai e vem, batendo nas rochas,
Oscilando, trazendo e levando espuma,
Restos de tudo o que sobre as ondas sobra,
Rebocando as algas dos fundos e desfeitas?...
Interrogo-me e sem ver a luz de oriente,
Para que lado fica o nascente, ou o poente,
Nesta minha mente e cuja já dormente...
Numa confusão pelo que tanto me chamam,
Quer seja esquerdista, ora seguido de fascista,
Havendo algo e ao que nunca se questionaram,
Pois que ninguém me apontou de ilusionista!...
Pobres daqueles que assim se sentem,
Que mesmo a si próprios mentem,
Escondidos na ilusória protecção da bruma,
Sem que andem para trás, ou para a frente,
Comendo de quantas fantochas colheitas,
Porquanto de si não semeiam obra,
Sempre no labirinto do túnel e sem tochas,
Fugindo das marchas e dos pontapés,
Deixando os demais ao abandono!...
Talvez que seja um príncipe do meu vento,
Como as roseiras, sacudidas e largando pétalas,
Vindas do mais frondoso rebento
Esperando um elogio de trémulas falas...
Serei senhor das marés, amarrado ao leme,
Olhando o longínquo horizonte,
Com mãos de quem nunca treme,
Procurando firmes ancoradouros,
Descendo à terra, subindo ao monte
E num ode de meus louros!...
Descansando das lágrimas dos meus rios,
Embalado no canto de qual sereia,
Por correntes de calafrios
E acordando no chamar da dulcineia...
Numa explosão de palavras,
Das profundezas arrebatadas,
Por ti feitas de escravas
E que jamais mal soletradas!...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

 

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 00:24
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.pesquisar

 

.Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. DIA ALVARINHO

. ÁGUA DA FONTE

. PARENTE FEIA DA ESCRITA

. QUEM TE JULGAS SER...

. DITO E NÃO DITO

. ESTA NOITE SEREI DIFERENT...

. GOSTAVA DE SER PEDRA

. QUESTIONO O TEMPO

. FEIRA DO LIVRO DE LISBOA ...

. HASTES DE ADORNO

.arquivos

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds