Domingo, 31 de Março de 2019

REBULIÇO DAS RUAS

 

Rebuliço das ruas.jpg

REBULIÇO DAS RUAS

 

Eram cantigas das ruas,
Por nossa velha Lisboa
E foram minhas e tuas,
Cidade tão moça e boa.
Faltam os tais pregões,
Das varinas, ao passar,
O espanto de aldeões,
A ouvir fadistas cantar.
Ouviam-se cauteleiros,
Em oferta de sua sorte,
Por entre tais rafeiros,
À espera da sua morte.
Chiavam aquelas rodas,
Deslizando ruas e carris,
Por certas, senão todas,
Quantas e que eu já quis...
Ao longo de negras ruas,
De óleo, seco, molhadas,
Que a noite vestia nuas
E gente desamparadas...
Rebuscava-se as beatas,
De quem à rua lançadas
E quem, com as suas latas,
As apanhava das calçadas.
Ouvia-se o mestre latoeiro,
O assar castanhas, pacatos,
Num tão diverso pregoeiro,
E engraxadores de sapatos;
Um vendedor de passarada
E passeando as suas gaiolas,
Putos a correr pela estrada,
Arremessando suas sacolas...
Tampouco faltava o padeiro,
Espalhando o pão pelo chão,
Saindo a sorte ao tal rafeiro,
Se houvesse quem de olhão.
Nesta falsa alegre azáfama
E tantas coisas que vivemos,
Vivo fornalhas dessa chama,
Do tempo que percorremos...
Punha-se o dia, pela noite,
Abrindo-se quantos bares
E lá urgia quem, de afoite,
Na escolha de seus pares...
Pela manhã surgia o dia
E com demais semblante,
Sendo por igual porcaria
E tanta gente emigrante.
Era o rebuliço, tão diário,
Que, por si e sem espanto,
Era mais fado, tal fadário,
Deste povo e do tal canto...

 

( Manuel Nunes Francisco ©® )
( Imagem da net )
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 21:54
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ALGUM PORQUÊ DA VIDA

. FALSIDADES

. MESAS-REDONDAS

. ESTA CONFISSÃO

. QUE CONFUSÃO

. País de hipócritas

. ESTA MINHA ALBARDA

. POR DESCOBERTAS

. LEMAS E TEMAS

. ESTE SOU EU

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds