Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2022

SOMOS UNS TRISTES, INFELIZES...

 

Acto da minha rebeldia... II.jpg


SOMOS UNS TRISTES, INFELIZES...

 

Somos uns tristes, uns infelizes,
Neste planeta de merda...
Somos adultos, mas uns petizes,
Quer de Direita, ou de Esquerda!...

 

Estrelas, a Lua, quer o Sol, são iguais,
A terra é de uns, mas o céu é de todos...
Que morram quantos os chacais
E que se pensam donos, sem modos!...

 

Somos aquilo que queremos ser!...
Escravos e mordomos, de tantos
E nos vencem, em escarnecer!...

 

Somos filhos da eterna liberdade,
Porém, adormecidos em encantos
E reles prisioneiros da vaidade!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
    - Imagem da net -
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 22:32
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022

SOU QUEM SOU!...

 

Sou quem sou!....jpg

 

SOU QUEM SOU!...

 

Hoje sou poeta, amanhã, quem sabe, artilheiro!...
Sou quanto fazem de mim!...
Sou a ínfima moeda, em mealheiro!...
E adoro continuar assim!...
Sou quem não querem que seja,
Talvez porque lhes dava jeito!...
Sou revolta e que se veja
E tamanha arma ao peito!...
Sou um santo, pela calma,
O Diabo, quando assim o querem,
Mas nunca um paz-de-alma!...
Prefiro ser filho da puta,
Que de puta ser filho e se tal disserem...
Sou guerreiro, oficial e não recruta!...


Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

 

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 22:02
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2022

Não sou melhor, nem pior...

 

Não sou melhor, nem pior....jpg

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 15:29
link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Janeiro de 2022

CONHECIMENTO VS IGNORÂNCIA

 

Conhecimento vs Ignorância.jpg

CONHECIMENTO VS IGNORÂNCIA

 

Dois rivais, que lutam em absurdo...
O conhecimento e a ignorância!...
Tanto que um é demais surdo,
Reclamando extra sapiência!...
Porém, o conhecimento prevalece,
Por mais que o oposto reclame
E nessa sua ignorância desfalece,
Até que de besta alguém a chame...
A ignorância, vive da ilusão,
No fantasma da sua estupidez,
Camuflada na sua hipócrita nudez!...
Nessa eterna luta e infernal,
Vence o conhecimento, do banal,
Enquanto a ignorância vomita confusão!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
    - Imagem da net -
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 21:08
link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Janeiro de 2022

BEBEDEIRA DE LOUCURAS...

 

Loucuras....jpg

 

BEBEDEIRA DE LOUCURAS...

 

Ontem fui um louco!...
Louco, na bebedeira de loucuras!...
Loucuras, que falaram mais alto!...
Loucuras, que souberam a pouco...
Foram tantas as diabruras
E de tanto incauto!...
Loucuras que atravessaram gerações,
Na maior das recordações,
Que aqueceram corações
E quantas de ilusões!...
Loucuras, que não me importava de beber,
Pela maior das bebedeiras
E por quantas novas asneiras,
Para nunca mais esquecer!...
Ontem fui tresloucado,
Hoje morro de saudades,
Por somente um igual bocado,
Daquilo que foram verdades!...
Hoje sonho e dou corda ao contrário,
Neste relógio de meu fadário!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 23:38
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2022

MUNDO ESTRANHO, ESTE...

 

Mundo estranho...  II.jpg

 

MUNDO ESTRANHO, ESTE...

 

Mundo este, estranho!...
Este globo, que é espelho,
Das águias olhando o azul, ao alto,
Sonhando por altos voos...
Mas que mundo tão tacanho!...
As víboras, abrindo as asas, voando
E todo o resto sonhando,
Adormecidos, piscando de esguelho,
Enquanto apanhados de assalto
E em atados de quantos molhos...
Universo de renegados,
Vendidos aos mais estranhos,
Cobras, sanguessugas, depravados,
Alimentando-se de quantos tacanhos!...
Mundo, torrente de tantos esgotos,
De gente sem os tais escrotos,
Onde alberguem os colhões,
Cegos e surdos, às suas razões!...
Mundo e qual multidão tão lerda,
Por ventos e horizontes de merda!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 22:41
link do post | comentar | favorito
Domingo, 9 de Janeiro de 2022

PALAVRAS DE VELUDO

 

Palavras e Críticas II.jpg

 

PALAVRAS DE VELUDO

 

São de veludo, as palavras
E de quem tenta enganar,
Suaves vozes, de dentadas
E que ao Inferno vão parar...

 

São subtis e tão manhosas,
Envoltas num sabor a mel,
Num encanto e poderosas,
Mais soberbas que um gel!...

 

Porém, palavras de veludo
E espalhando odores a fel,
Perfumes de certo sortudo...

 

Em espuma suave, colorida,
Cheia de brilho e oferecida,
De ilustre, mas reles bordel!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
    - Imagem da net -
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 20:45
link do post | comentar | favorito
Sábado, 8 de Janeiro de 2022

ESTES MEUS 66 ANOS

 

Estes meus 66 anos... 666.jpg

 

ESTES MEUS 66 ANOS

 

Não são os tais 666, da besta,
Porém, 66, desta cavalgadura
E cujos já não cabem na cesta,
Os anos em que tal pele dura...

 

Rija e qual crosta de um sapo,
Que olha de baixo e pelo alto,
Tentando encontrar um trapo
E fugindo de agressivo asfalto...

 

Para que não seja espalmado,
Cuspido e tanto espezinhado,
Olhando o Sol e num cinzento...

 

Por entre branco do Céu claro,
Das nuvens, cujo olhar disparo
E me alimentam o sentimento...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
    - Imagem da net -
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

 

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 00:09
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Janeiro de 2022

BEBEDEIRAS DE VONTADES

 

 

Bebedeiras de vontades.jpg

 

BEBEDEIRAS DE VONTADES

 

Acreditem, tenho saudades,
Desses lugares que não tive,
Por bebedeiras de vontades,
Em sonhos por quem lá vive!..

 

Mergulho em tais sensações,
Numa frescura por liberdade,
Em odores de tardias ilusões
E banhos que se fazem tarde...

 

Entrego-me nesses caminhos,
Por quais trilhos que não vivi
E paisagens que tão-pouco vi...

 

São bebedeiras, em ressacas,
Por vidas que deixam marcas
E quantas seguimos sozinhos!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

 

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 21:14
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2022

ESSAS HORAS QUE CHORAS

 

Essas horas que choras.jpg

 

ESSAS HORAS QUE CHORAS

 

O relógio avança nas suas horas,
Sem mostrar pena de ninguém,
Perdido dos minutos que choras,
Como horas, por certo alguém...

 

Não se verga ao desespero,
Aos sentimentos que sentes,
Faz das lágrimas o tempero,
De pratos, a que não mentes...

 

E tu vais-lhe dando corda,
Alimentando o andamento
E do qual ninguém acorda...

 

Muito menos a tua alma,
Morrendo de sofrimento
E na loucura de tal calma!...

 

Manuel Nunes Francisco ©®
    - Imagem da net -
Todos os Direitos de Autor reservados e protegidos nos termos da Lei 50/2004, de 24 de Agosto - Código do Autor. O autor autoriza a partilha deste texto e/ou excertos do mesmo, assim como a imagem inédita, se existente, desde que mantidos nos seus formatos originais e obrigatoriamente mencionada a autoria da obra intelectual.

sinto-me:
tags:

publicado por francisfoto às 21:30
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 7 seguidores

.pesquisar

 

.Janeiro 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

17
18
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. SOMOS UNS TRISTES, INFELI...

. SOU QUEM SOU!...

. Não sou melhor, nem pior....

. CONHECIMENTO VS IGNORÂNCI...

. BEBEDEIRA DE LOUCURAS...

. MUNDO ESTRANHO, ESTE...

. PALAVRAS DE VELUDO

. ESTES MEUS 66 ANOS

. BEBEDEIRAS DE VONTADES

. ESSAS HORAS QUE CHORAS

.arquivos

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub